Decifrando rótulos: Triclosan

Quem imaginaria que o simples hábito de lavar as mãos poderia esconder um perigo oculto.  Parece que a velha formula água e sabão, já não é mais a mesma.

Vemos toda hora propagandas de sabonetes especiais que nos salvam de bactérias causadoras de doenças. O fato é que precisamos da higiene diária para nos manter saudáveis mas produtos impregnados de produtos químicos não são nem de longe o ideal para a nossa saúde.




Tanto é que o famoso triclosan, tanto usado em sabonetes bactericidas começou a ser investigado com mais detalhes por causar possíveis danos à saúde e ao meio ambiente.

O Triclosan ou triclosano é classificado como um agente anti-séptico efetivo contra bactérias gram negativas, bem como gram positivas. Essa eficácia pode ser contestada em alguns estudos que não apresentaram diferença alguma em mãos higienizadas com sabonete comum e sabonete contendo triclosan.

Encontrado facilmente em medicamentos, sabonetes, loções, produtos anti acne, desodorantes e cremes dentais, essa substância pode fazer parte da composição de mais de 2000 tipos de produtos.

A verdade é que o triclosan vai além das alergias e toxidade. A substância pode contribuir para o desenvolvimento de bactérias resistentes a antibióticos, ao favorecer a sobrevivência e reprodução de micróbios imunes ao seu raio de ação. (fonte:EWG:http://www.ewg.org/skindeep/ingredient/706623/TRICLOSAN/)

O seja, o uso de produtos com triclosan aumenta a ocorrência da resistência bacteriana, que desregula o sistema de defesa do corpo humano, facilitando o contato com bactérias prejudiciais à saúde. 

Há suspeitas também que o triclosan seja uma toxina ambiental persistente ou causar bioacumulação, causando danos também ao meio ambiente. (fonte:EWG:http://www.ewg.org/skindeep/ingredient/706623/TRICLOSAN/)

A própria FDA , em 2010 publicou um parecer alertando o consumidor que o produto precisa passar por revisões e novas pesquisas.

Podemos encontrar informações que nos Estados Unidos, a partir de Janeiro de 2017 produtos com Triclosan não poderão ser comercializados em determinados estados.  Até mesmo a Procter & Gamble and J&J anunciaram que removerão o componente de seus produtos até o final de 2015 (nos EUA). No Brasil o uso deste componente é regulado pela Anvisa.

Portanto o triclosan pode causar danos a sua saúde e ao meio ambiente, de fato devemos deixá-lo bem longe e não comprar produtos que levem os seguintes nomes em sua composição:
·                     TRICLOSAN (designação mais frequente);
·                     5-CHLORO-2- (2,4-DICHLOROPHENOXY) PHENOL;
·                     PHENOL, 5-CHLORO-2- (2,4-DICHLOROPHENOXY);
·                     2,4,4'-TRICHLORO-2'-HYDROXY DIPHENYL ETHER;
·                     5-CHLORO-2- (2,4-DICHLOROPHENOXY) - PHENOL;
·                     PHENOL, 5CHLORO2 (2,4DICHLOROPHENOXY);
·                     2,4,4'-TRICHLORO-2'-HYDROXYDIPHENYL ETHER;
·                     5-CHLORO-2- (2,4-DICHLOROPHENOXY) PHENOL;
·                     CH 3565;
·                     IRGASAN;
·                     IRGASAN DP300;
·                     PHENOL, 5-CHLORO-2- (2,4-DICHLOROPHENOXY).






Copyright © 2014 Inspire-se